ARTIGOS

Atividade física na terceira idade

 
As mudanças fisiológicas, psicológicas e sociais que ocorrem com o processo de envelhecimento, podem influenciar de maneira decisiva no comportamento na terceira idade.

A desgaste ocasionado pela idade ,aliado á falta da atividade física pode causar reduções:
no desempenho físico, na habilidade motora, na capacidade de concentração, de reação e de coordenação, quando associadas a alterações ósseas (osteoporose) ocorrem modificações na postura, no equilíbrio e na marcha.

Das perdas físicas, o enfraquecimento muscular, perda de flexibilidade, presença de encurtamentos musculares e diminuição da elasticidade da pele são as mais perceptíveis. Além disso, há modificações na composição corporal, com maior deposição de gorduras

No idoso há diminuição de 37% no número de axônios e de 10% na velocidade de condução do impulso nervoso. 

Todo este quadro de perdas pode gerar processos de auto-desvalorizacão, apatia, insegurança, perda da motivação, isolamento social e a solidão.

Porém, todo o processo de envelhecimento pode ser evitado, atenuado ou retardado pela prática da atividade física regular bem orientada, acompanhada de uma dieta nutritiva e balanceada.

Idade cronológica  x  Idade funcional (exames médicos)

Quando falamos de idosos, não podemos classificar o envelhecimento apenas pela idade cronológica e sim pela idade funcional dos diferentes órgãos e sistemas. Portanto, o grau do envelhecimento dos órgãos varia entre indivíduos idosos sadios ou não, sedentários ou ativos, de acordo com a diferença no estilo de vida.  Exames médicos são importantes para definir a idade funcional do aluno (colesterol, triglicérides, densitometria óssea, eletrocardiograma de esforço).

Os indivíduos idosos ativos,  que se exercitam regularmente, têm diminuídos os efeitos do processo de envelhecimento, retardando-os consideravelmente. 

Com a idade necessitamos de atividade física moderada como um meio preventivo de doenças e do envelhecimento não saudável.

Dentro deste contexto podemos salientar os benefícios trazidos pela prática regular de atividade física, mesmo quando iniciada em idade avançada. As adaptações ocorridas nas pessoas  submetidas a um programa de atividade física são semelhantes àquelas ocorridas em indivíduos jovens. Portanto, um programa de exercícios adequado contribui para uma melhora da qualidade de vida em qualquer idade.

Os programas de exercícios

Os programas de exercícios devem ser adaptados ao indivíduo, priorizando suas necessidades e suas possibilidades.

Praticar atividade moderada de forma sistemática, dá melhor resultado  que atividade intensa durante um curto espaço de tempo.
 

0 aumento da carga de exercícios deve ocorrer , porém deves ser de forma gradual, evitando o cansaço intenso e a dor, objetivando desenvolver a resistência  física.

Deve-se trabalhar para aumentar a  força, melhorar a flexibilidade, criar  resistência cardiorespiratória, desenvolver coordenação e equilíbrio.

As atividades devem ser um hábito de vida, portanto é importante que seja agradável ao indivíduo para dar-lhe prazer e satisfação, aumentando a sua auto-estima e trabalhando também seu aspecto emocional.

As atividades mais indicadas são:  

  • ginástica localizada para 3ª idade ,
  • caminhada ,
  • musculação ou ginástica com pesos,
  • hidroginástica e natação
  • ioga

Freqüência semanal: de 3 a 5 vezes .

Duração: 30 minutos à 1 hora por aula.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Voltar